quinta-feira, 28 de maio de 2009

Devaneios passageiros

Quero escrever e não consigo. Não tenho tempo, não tenho fôlego.
Vários devaneios passam pela minha cabeça, mas eles me abandonam antes de eu conseguir pegar o lápis e o papel. Falando nisso, adoro lápis, adoro grafite.
Sem mais para o momento.

8 comentários:

Thalita Medeiros disse...

sempre ando com cadernos, bloquinhos ou agendas, anoto tudo e qualquer coisa pra depois escrever no blog, é uma boa dica ;p

adoro lápis bem gasto com ponta redonda de tanto escrever e sentir o riscar cinza nas folhas brancas *ui*

Rodrigo disse...

Sei como é isso. Tem um assunto que há tempos quero escrever, mas, passa o dia, e nada de começar a escrever...

Um abração!

Mari Lopes disse...

Boa dica Thalita! Nossa, adoro muito, bem isso que tu escreveu.

Poise Rodrigo, as vezes dá uma preguiça também, né?

Abs

Nina Boni disse...

Ai Mari, todo mundo sente isso. Eu também. A maioria das ideias que tenho é de manha quando estou andando de bicicleta. Ai, quando chego no onibus, eu escrevo tudo em um caderninho e publico no blog depois.

beijao

*LIS disse...

E horrivel quando isso acontece.
Mas acho que todos passam por isso na vida eventualmente.

Eu estive assim uns tempos atras.
Ultimamente tenho me visto tao melancolica, que meus pensamentos parecem nao merecer registro.

Mas como a uva, isso ha de passar! haha

*LIS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caceres disse...

As vezes me dá uma chateação com tudo e fico uns dias sem conseguir escrever nem me comunicar direito com as pessoas. Essas paradas são necessárias para decantar o cansaço.

Mari Lopes disse...

É, realmente...