quinta-feira, 21 de maio de 2009

Confessionário

Todos os dias de manhã eu me sento na cama, abro as portas do guarda-roupa e por ali fico. Muitas vezes perco a noção do tempo olhando para dentro do armário. Volta e meia deito na cama arrumada e sento novamente. Não passo necessariamente todo esse tempo escolhendo as peças de roupa que cobrirão meu corpo naquele dia, mas fico ali pensando, acordando. Até o momento em que o Digo passa e pergunta se eu estou rezando. Talvez deveria mesmo me confessar por ter tantas opções de vestimenta e demorar esse tempo todo para escolher uma.

2 comentários:

Rodrigo disse...

O que fazer?

A mulher já veio com esse dispositivo de fábrica, e nesse ponto podemos ver que são elas quem vieram com o dom do detalhe, minuciosidade, enquanto nós, homens ogros, colocamos uma calça jeans e uma camisa e "deu para a bola".

um abração!

Thalita Medeiros disse...

shUAHShasuhAISHuahsuaS

minha mãe é assim, eu prefiro acordar em cima da hora pra não pensar muito. Só vejo se está fazendo calor ou frio e me visto ;p