quarta-feira, 4 de março de 2009

Grandes emoções

Hoje estava lendo um post sobre a emoção que a dona do blog sentiu quando viu de pertinho a bateria de uma escola de samba. Aquela que cria um nó na garganta, brota lágrimas nos olhos e faz o coração quase pular para fora da boca.

Me dei conta que faz muito tempo que não sinto isso. Uma emoção que vem tão rápida e intensa, que não nos deixa tempo para reagir. Aquela que toma conta do corpo inteiro e demora para ir embora. A última vez que tive esses sintomas foi na minha formatura, há mais de um ano e meio atrás. Me lembro tão bem dessa emoção e foi tão bom. Senti algo parecido no ano passado quando assisti o espetáculo do The Parsons Dance Company.

Gostaria de ter emoções fortes mais vezes. Afinal de contas, não é pra isso que estamos aqui?

5 comentários:

Mauro Castro disse...

Embarca no meu táxi pra ti ver.
Há braços!!

Mari Lopes disse...

hahahahahaha
muito boa

R&D disse...

Quem Sabe em um Rapel, tirolesa ou Etc

R&D disse...

Esqueci do melhor de todos
Bungee Jumping

Mari Lopes disse...

Poize, já fiz rappel. É uma emoção diferente, tá mais para adrenalina pura. Bom, agora bungee jumping eu não faço nem que me paguem! Dae sim o coração sai pela boca e eu morro de enfarto!